terça-feira, 1 de dezembro de 2009

1ª dose - "O inferno, se existe, é com certeza um lugar cheio"

Por hoje, não sei direito o que escrever aqui. Deveria ser uma postagem legal de abertura mas o dia me sugou demais a energia. Hoje fiquei a tarde toda no Presídio Regional de Joinville atendendo seus internos. Gente cujos olhos só brilham com o choro - os que ainda tem o que chorar. O certo é que poderia falar aqui de muita coisa que vi e que não gostaria de ter visto. Vou seguir a sugestão de um amigo e falar pouco. Sistema carcerário é um dos grandes dilemas da sociedade, embora assumido por poucos como tal. É difícil concluir qualquer coisa. Transcrevo abaixo um trecho do livro "Ó", de Nuno Ramos, uma preciosidade a que tive contato recentemente. Uma dose de reflexão, talvez...



"No entanto, é extramamente significativo que, ao prendermos as pessoas, as estejamos condenando a perder tempo. Na verdade, a sentença utiliza, quando castiga o réu, o tempo que ignorou ao julgá-lo. Uma condenação à prisão perpétua, até a morte, portanto, é a expressão invertida de uma falha da sentença, que precisaria, para ser efetivamente justa, examinar o caso desde o nascimento. Ao invés disso, condenamos um único ato (o crime), isolado da naturalidade que o viu nascer, da luz que bateu naquele dia, dos sons que chegavam aos ouvidos do criminoso, do sentimento que o afligia, do sonho que teve na noite anterior, transformando através dele todos os atos futuros do condenado em atos perdidos, como fumar guimba atrás de guimba, por anos incontáveis, num pátio cercado de guardas, ou construir um túnel que nunca alcançará o outro lado do muro". (trecho extraído do Livro "Ó", p. 84/85 Galinhas, justiça)

4 comentários:

o Cheff disse...

Bem vindo a blogosfera meu bom amigo.
Espero ler doses diárias do teu grande coração por aqui.
Um forte abraço.

Maikon K disse...

Seja bem vindo, meu chapa.

Eduardo Silveira disse...

oi, Vinicius

obrigado pela visita e pelas belas palavras lá no daki-dali. legal que tenha gostado.

ah, e vida longa a esse blog!
abraçoo

Gabriela Holz disse...

legal a iniciativa!
mais um blog querido:)
e começando com um tema muito familiar a mim...
bom ler palavras sensatas e sensíveis sobre um tema tão pesado
PARABÉMS!!!!!!!